Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis

Poemas

Poemas

                                        

 

O TEMPO

 

Mundo agitado,

Sempre com pressa de chegar ao fim.

 

 

                                                            Lembra-te,

                                            de não culpar o TEMPO

                                        Pois o TEMPO não perdoa.

 

 

Quando acordares,

Depois de teres nascido.

 

 

                                             Não lamentes

                                             De não teres vivido

 

 

 

 

 

 

             O TEMPO perdido.

 

                                                                                           

                                                                        Rui Fontes

                                                                       11/10/1993

 

 

                                     

                                         O HOMEM É!

 

 

 

O HOMEM É!

 

Um sonhador conjugado

 

Com a realidade

 

Num dado momento

 

De fraqueza em que

 

A sociedade se encontra.

 

Esperneia contra monstros de sete cabeças.

 

Agoniza entre  

 

                                        Terra, Mar e Ar.

 

 

 

Calcifica múmias esterilizadas.

 

Sobre a Terra,

 

Vive com o Tempo

 

A pensar no Futuro.

 

Tonifica o sabor da vida

 

Ionizando o anónimo saber.

 

Nutre um querer insípido

 

E antagónico.

 

Sobre o Mar,

 

Dedica-se a levar

 

A embarcação

 

Ao sabor

 

Das ondas.

 

Sobre o Ar,

 

Vive sonhando.

 

 

                                                              Rui Fontes

                                                             20/12/1985

 

 

                                              CULTIVAR O MUNDO

 

Cultivar o Mundo
na sua forma
de ser e estar na Natureza;
implica humildade,
na liberdade de movimentos.
A ordem do seu crescimento interno,
leva a um caminho de conhecimento da Lei Natural;
que a nada obriga a renúncia do vazio.

Cria espaços, de relação com o princípio.
Cria ordens com a harmonia.
Cria extremos, no caminho da não-existência.

A sua pureza, desenvolve fundamentos na moralidade.
O conceito de Ser e estar na Natureza,
leva à forma do absoluto.
Transforma o Vazio orgânico, em símbolo de poder.
A união com o absoluto,
cria na sua existência
a sensação de pureza vigorante.
Por isso,
cultivar o Mundo
implica Crer é poder.

                                                                                               

                                                                                                   Rui Fontes

                                                                  13 / 8 / 1997

 

AQUELE QUE NOS AMA

 

 

Deus  é um mar infinito e abrangente de Amor,

 

Do maior ao mais pequeno,

 

Visível ou invisível,

 

Incluindo cada molécula do nosso ser.

 

Tirou-nos da inexistência e, deu-nos a vida.

 

Criou-nos pela Sua  Bondade.

 

Tornando-se evidente

 

No cuidado com a criação da nossa natureza humana.

 

 

 

Na Sua grande generosidade

 

Criou, o Universo Infinito com galáxias

 

E sistemas estelares incontáveis.

 

 

 

O azul resplandecente do Céu,

 

O calor revigorante do Sol,

 

A imensidão dos mares,

 

A grandiosidade das montanhas,

 

A vastidão das planícies,

 

A brancura da neve,

 

A fragrância das ervas e flores,

 

O canto dos pássaros e o

 

Murmúrio dos riachos.

Toda a opulência e grandiosa beleza encontram-se

No Seu Coração como uma Mãe carinhosa

Que cuida dos seus filhos.

A riqueza dos alimentos as

Plantas e ervas que curam

E fortalecem a Saúde.

 

“Tu és digno, Ó Senhor nosso Deus, de receber a glória,

A honra e o poder, porque criaste todas as coisas, e pela

Tua Vontade é que elas existem e foram criadas”.(Ver5 :13)

 

A infeliz crueldade do pecado

E a dispersão nas preocupações muda-nos

Tornando o nosso coração insensível,

A ponto de não notarmos as suas Obras,

Nem dando valor aos seus cuidados Paternais.

No entanto, quando as pessoas são atingidas

Pela desgraça ou doença falam dele

Não para pedir perdão e ajuda

Mas com sentimento de rancor.

 

“Porque Deus me castiga assim! Há tanta gente

Pior do que eu e que está em melhor situação e

Eu é que fui castigado(a)!”

 

É loucura e injusto a relação que se cria com Deus

Que tudo faz por nosso bem.

Transgridem a toda a hora

Ofendem-se mutuamente

Culpando-o pelo mal que semearam.

Mas, Deus espera longa e pacientemente e não castiga.

 

“Não quero a morte do ímpio, mas sim que se

Converta do seu mau proceder e vivam”. (Ez.33:11)

 

O Pai humano também castiga os seus filhos

Não para vingar-se deles,

Mas para ensina-los, sofrendo ele próprio,

Porque lhes quer bem.

Deus é a própria bondade.

Quando somos bons

Aproximamo-nos pela semelhança.

Quando somos maus afastamo-nos pela desigualdade.

Dizer que Deus se afasta dos maus

É o mesmo que dizer que o sol

Se esconde dos privados de visão.

 

Deus manda-nos olhar e caminhar até ele.

Pois, está sempre presente

Pronto a amparar o fraco em seus braços.

Por isso devemos aprender a ver o Salvador

Com os olhos do coração.

 

Sem temor devemos olhar para ele

Como um Tesouro inesgotável de Bondade

E implorar a sua ajuda.

Ter uma visão sincera de Deus

E a esperança Nele como um Ser Bondoso.

Fortemente somos Amados pelo Senhor.

 

“O que não poupou nem o Seu próprio Filho, mas por nós todos o entregou, como não nos dará também com Ele todas as coisas?”(Rom 8:32)

 

De um lado estas lembranças

Para fortalecer o sentimento de gratidão a Deus,

Por outro contribui para que tratemos melhor

As pessoas à nossa volta.

“Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos muito amados …”(Ef.5:1)

 

Podemos e devemos seguir os passos de Seu Amor

Sendo para nós uma grande honra.

 

“Amarás o Senhor Teu Deus de todo o Teu coração de toda a tua alma, de todo o Teu espírito”. Este é o máximo e o primeiro mandamento. O segundo é semelhante a este: “Amarás o Teu próximo como a Ti mesmo”.

(Mt. 22:37- 39)

 

O Amor de Deus enobrece, direcciona e aquece todas as

Manifestações do bom sentimento.

 

Ter caridade é o vínculo da perfeição.

 

A natureza do Amor é quanto mais nos aproximamos das pessoas mais nos aproximamos de  Deus.

Quando amamos alguém, teme-mos ofendê-lo.

Do mesmo modo, devemos condicionar-nos a sermos reverentes perante Deus.

A “Temê-lo” e evitar de todas as formas

“Magoá-lo com pensamentos ou actos Pecaminosos.

 

“Assim brilhe a vossa luz diante os homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai, que está nos Céus”. (Mt. 5:16)

 

Noutras palavras, quando entregamo-nos com fé à vontade de Deus, ele até mesmo converte as decepções e os infortúnios em nosso benefício.

 

Quem não ama o seu irmão, a quem vê,

Como pode amar a Deus, a quem não vê?

 

O que tiver bens deste mundo, e vir o seu irmão em necessidade e lhe fechar o seu coração. Como está nele a caridade de Deus?

 

“Meus filhos, não amemos de palavra e com a língua, mas por obra e em verdade”: (1Jo. 3: 17 -18)

Se alguém ouvir uma palavra ofensiva

E ao invés de respondê-la com sinal de ofensa,

Controlar os seus sentimentos e permanecer em silêncio ou se alguém for trapaceado e suportar isso sem vingar-se,

Estará a dar a sua vida ao próximo.

 

A vida do coração é o Amor,

E a sua morte – o ódio e a inimizade.

Deus mantém-nos aqui na Terra,

Justamente para que o Amor penetre totalmente nos nossos corações.

E, Ele é o propósito da nossa existência.

 

 

                                                                                     Rui Fontes

 

                                                                                     13/1/2006

 




Total de visitas: 155191