ENCINAMENTOS DE MEISHU SAMA

ENCINAMENTOS DE MEISHU SAMA

 

Como explanei anteriormente, na medida em que a pessoa tem maus pensamentos e persiste na prática do mal, suas máculas vão aumentando. Quando atingem certa densidade, surge o processo purificador natural, para a sua eliminação. É uma lei do Mundo Espiritual e, por conseguinte, a ela ninguém consegue escapar. Essa purificação, na maioria das vezes, manifesta-se em forma de doença, mas há ocasiões em que toma outra forma. Existem, pois, diferentes aspectos de desgraças. Na matéria, as máculas correspondem à acumulação de toxinas. Entretanto, a enfermidade de origem espiritual, ocasionada pelo pecado, é difícil de se curar e exige muito tempo. Doenças como a tuberculose, a osteoporose, o câncer etc., que apresentam sintomas persistentes e obstinados, contam-se entre esses casos.      

 

Muitas pessoas que pretendem salvar o próximo, fazem autopropaganda, apesar de ainda não viverem livres das desgraças. A intenção pode ser boa, mas os meios são incorretos. Só devemos pensar em conduzir aqueles que são vítimas de sofrimentos e misérias, quando já tivermos conseguido a nossa própria salvação e felicidade; então, poderemos trazê-los ao nível em que estamos. Nossos semelhantes sentirse-ão atraídos ao presenciar nosso estado feliz. É quando a propaganda surte cem por cento de efeito. Eu mesmo não ousei difundir meus ensinamentos antes de me encontrar em boas condições. Só o fiz quando me senti abençoado pelas Graças Divinas. Se considerarmos que o Paraíso Terrestre é o Mundo dos Felizes, concluiremos que, no lugar onde as pessoas se reúnem e se tornam felizes, está estabelecido o Paraíso Terrestre. Alicerce do Paraíso, “Paraíso Terrestre” –

 (25/01/49)      

 

Falando, parece muito simples, mas todos sabem que, na realidade, não é tão fácil assim, pois não basta que a simpatia seja apenas aparente. A verdadeira simpatia aflora do interior; é indispensável, portanto, que a pessoa seja sincera de coração, o que depende de cada um. Em suma, a base da simpatia é o espírito de Amor ao Próximo.                       

 

                

 

o HOMEM DEPENDE DE SEU PENSAMENTO 

 É realmente verdade que gratidão gera gratidão e lamúria gera lamúria. Isto acontece porque o coração agradecido comunica-se com Deus, e o queixoso relaciona-se com Satanás. Assim, quem vive agradecendo, torna-se feliz; quem vive se lamuriando, caminha para a infelicidade. A frase "Alegrem-se que virão coisas alegres", expressa uma grande verdade.

3 de setembro de 1949 

 

                                      

 

MISTÉRIO DO MUNDO ESPIRITUAL 

o Mundo Espiritual é algo realmente extraordinário e . misterioso, e pelo senso comum do homem da atualidade é difícil compreendê-lo. Vejamos como o pensamento do homem se reflete nele. O Mundo Espiritual é o mundo do pensamento; ali, as existências surgem do nada e voltam ao nada. Tudo é extremamente mutável. Imaginemos, por exemplo, que dois escultores façam imagens da mesma divindade. De acordo com a personalidade de cada um, haverá diferenças entre as divindades que assentam nessas imagens. Se a personalidade de um deles for elevada, descerá um espírito Divino de alto nível, coerente com o autor. Entretanto, mesmo que o formato da outra imagem seja igual, se a personalidade do escultor for baixa, virá um espírito representante daquela divindade, ou uma partícula sua. Outro exemplo: a divindade diante de cuja imagem as pessoas oram com sinceridade, manifesta seu poder, isto é, sua luz, com força total; ao contrário, se o pensamento das pessoas for apenas formal, faltando a elas respeito e convicção dos sentimentos, o poder do espírito Divino será reduzido proporcionalmente. Além disso, quanto mais gente estiver orando, mais aumentará esse poder, mais intensa se tornará a luz. Há um antigo provérbio que diz: "Se houver espírito de fé, até cabeça de sardinha fará milagres". Expliquemos o sentido dessas palavras. Suponhamos que uma pessoa vulgar, que não possui  nenhuma qualificação, faça a imagem de uma divindade e comece a promovê-la utilizando-se de hábeis métodos de propaganda. Se durante algum tempo muitas pessoas a adorarem, por esse ato de fé criar-se-á uma imagem dessa divindade no Mundo Espiritual, manifestando-se, então, considerável poder, através da concessão de muitas bênçãos. É realmente espantoso, mas as coisas só irão bem durante algum tempo, pois não se trata de poder verdadeiro, e sim de produto da força do pensamento humano; é um poder temporário, que um dia acabará. O fato acontece freqüentemente, todos o sabem. Assim é que surgem os chamados "deuses da moda". Eu me referi aos espíritos Divinos, agora falarei sobre os espíritos satânicos. O que mais existe no mundo são pessoas corruptas que, por ambição desmedida, aborrecem, fazem sofrer e levam os outros à desgraça. Isso é produto das idéias materialistas, que negam o invisível, mas, analisando do ponto de vista espiritual, é algo realmente terrível. Como tais pessoas fazem os outros sofrer, os que são atingidos ficam cheios de rancor, de ódio por elas e procuram retribuir-lhes o mal que receberam. Esses pensamentos são transmitidos à pessoa visada através do elo espiritual. A imagem espiritual do ódio e do rancor é tão pavorosa, que, se pudesse enxergá-la, qualquer perverso morreria instantaneamente. Entretanto, se as pessoas atingidas não são apenas uma ou duas, mas milhares ou milhões, forma-se um monstro ainda mais horripilante, que circunda esse perverso de diversas maneiras e tenta destruí-lo. A situação dele, portanto, é insuportável. Mesmo sendo um bravo ou um grande herói, terá um fim miserável. Relembrando os grandes personagens da História, desde a antigüidade, vemos que todos eles, sem exceção, tiveram esse destino. Observando, também, o drama dos políticos perversos, a ruína dos que se tornaram ricos repentinamente e, ainda, o fim dos que seduziram e enganaram muitas mulheres, poderemos compreender muito bem por que tiveram tal destino. Ao contrário, se a pessoa praticar um grande número de boas ações e despertar em muita gente gratidão e alegria, estes sentimentos a envolverão em forma de luz, e ela, então, se tornará cada vez mais virtuosa. Como Satanás e os maus espíritos, amedrontados por essa luz, também não poderão se aproximar, a pessoa será muito feliz. A auréola que se vê nas imagens das divindades simboliza essa luz. Com o que acabo de dizer, poderão compreender quanta importância o homem deve atribuir ao pensamento.

25 de outubro de 1949                                       

 

NÓS É QUE TRAÇAMOS O DESTINO 

O homem costuma resignar-se a tudo, atribuindo ao destino o desenrolar dos acontecimentos. É comum definir-se destino como "algo que não pode ser mudado". Mas eu desejo ensinar que todos podem mudá-lo de acordo com sua própria vontade, ou melhor, cada um pode traçar o seu destino. A consciência desse fato permite transformar o pessimismo em otimismo. A não ser um louco, ninguém deseja um destino infeliz. Todo mundo almeja a boa sorte, mas são poucos os que a conseguem, não obstante o enorme esforço que fazem para consegui-la. Entre cem pessoas, talvez não se encontre uma que seja feliz. Triste realidade! Buda afirmou: "Todas as coisas são efêmeras". Mas há criaturas inconformadas, que, atraídas pela presença de um homem afortunado entre milhares que não têm sorte, continuam perseguindo tenazmente o sucesso. Por outro lado, existe gente conformada, que aceita tudo na vida. Seria maravilhoso que o homem encontrasse realmente um meio de alcançar a boa sorte. Não o conhecendo, ele se confunde ao traçar seu destino, tornando-se infeliz. Sofre dentro do cárcere criado por ele próprio. O mundo acha-se repleto dessas pessoas ignorantes e dignas de compaixão. Assim, está mais do que evidente que, para ser afortunado, o homem precisa semear o bem. É costume dizer-se que o bem produz bons frutos, e o mal faz o contrário. A semente do mal tem origem no egoísmo, que leva as pessoas a quererem tudo para si, não se importando com o sofrimento e o prejuízo que possam causar ao próximo. A semente do bem origina-se no sentimento fraterno de querer alegrar ou favorecer os semelhantes. Parece simples, mas é difícil de praticar. A vida é bem complicada. Para viver, é preciso criar um espírito capaz de aceitar e aplicar o princípio acima. Todavia, isso depende unicamente da Fé que se pratica, a qual deve ser selecionada entre as muitas que existem. Modéstia à parte,  a Fé Messiânica é a que está mais concorde com essas condições. Por isso aconselho aqueles que estão sofrendo a ingressarem o mais breve possível na nossa Igreja.

27 de fevereiro de 1952  

 

SATISFAÇÃO E INSATISFAÇÃO 

Todos almejam viver satisfeitos, mas é difícil consegui-lo. Assim é a vida. Entretanto, dependendo da maneira de encarar este fato, veremos, nele, algo de interessante. Pensando bem, a causa do progresso social é a insatisfação humana. Por conseguinte, o mundo não é tão fácil de ser compreendido. O desenvolvimento, as reformas e as descobertas são decorrentes da insatisfação. Em contrapartida, quando esta é exagerada, surgem conflitos, desarmonia nos lares, desavença entre amigos e conhecidos, discussões, desespero, casos de polícia, etc. A insatisfação dá origem a grupos sociais extremistas que praticam atos de violência e destruição, como a provocação de incêndios e o arremesso de bombas improvisadas e outros objetos. Às vezes, chega-se até à guerra civil. Como vemos, a insatisfação exige cautela. Por outro lado, as pessoas bondosas ou simplórias, que pouco se queixam, parecem satisfeitas, mas, na verdade, são criaturas incapazes e improdutivas. Ora, se tanto a satisfação como a insatisfação apresentam aspectos condenáveis, que fazer? A resposta é simples: devemos evitar os extremos; o certo é manter o equilíbrio entre as duas posições. Sei que falar é fácil e fazer é difícil, mas a vida é assim mesmo. O essencial é ser flexível, tendo por base a sinceridade. A pessoa que assim proceder, tornar-se-á útil à sociedade e, dessa forma, será bem sucedida e feliz.

18 de março de 1953

 

TREINO DE HUMILDADE 

Na vida, o treino de humildade é importante, constituindo uma prática tradicional entre os religiosos. Observamos, entretanto, que falta humildade a muitos pregadores. Os velhos axiomas "O falcão inteligente oculta as garras" e "Quanto mais carregada de grãos, mais se curva a espiga de arroz" referem-se à humildade. Orgulho, mania de grandeza, pedantismo e vaidade produzem efeitos negativos. O ponto fraco do ser humano é gostar de se exibir, tão logo comece a se elevar socialmente. Por exemplo, quando um homem que exerce uma profissão comum passa a ser respeitado dentro da vida religiosa, recebendo uma função de destaque, sendo chamado de "professor", "ministro", etc., poderá indagar a si próprio: "Será que sou tão importante?" De início, ele se sentirá emocionado, feliz, agradecido. Com o tempo, no entanto, terá ânsia de ver reconhecida sua importância. Até então tudo ia bem, mas, com esse novo pensamento, a pessoa começará a se tornar impertinente e desagradável, embora não tome consciência do que lhe ocorre. Deus desaprova a presunção. Empurrar as pessoas nas conduções, no meio da multidão, enfim, em qualquer lugar, para obter situação privilegiada, é falta de humildade, é uma atitude desprezível, que revela feio egoísmo. Formar uma sociedade harmoniosa e agradável foi, em todas as épocas, ideal da verdadeira Democracia.

25 de janeiro de 1949          

 

       EGOÍSMO E APEGO  

Notamos que todas as pessoas manifestam em seu caráter dois traços irmãos - egoísmo e apego - e que nos problemas complicados há sempre interferência desses sentimentos. Temos casos de políticos que acabaram na miséria porque o apego às posições os fez perder a melhor oportunidade de se afastarem da vida pública. Eis um bom exemplo da inconveniência do egoísmo e do apego. Há industriais que, devido ao apego que têm ao dinheiro e ao lucro, irritam seus fornecedores, prejudicando as transações comerciais. Momentaneamente, o negócio se lhes afigura vantajoso, mas, com o tempo, mostra-se contraproducente. Na vida sentimental, quem muito se apega geralmente é desprezado; muitas vezes os problemas nesse terreno surgem do excesso de egoísmo. O passado nos revela como os egoístas provocam conflitos e se atormentam, pelos sofrimentos causados ao próximo. Já dissemos que o principal objetivo da Fé é erradicar o egoísmo e o apego. Tão logo me conscientizei disto, empenhei-me em exterminá-los. Como resultado, meus sofrimentos se amenizaram e tudo corre normalmente em minha vida. Há um ensinamento que diz: "Não sofra antecipadamente pelo que ainda não ocorreu, nem pelo que já passou". São palavras de grande sabedoria. A finalidade do aperfeiçoamento no Mundo Espiritual é a extinção do apego. A posição do nosso espírito se eleva à medida que o apego se reduz. No Mundo Espiritual, é raro que marido e mulher permaneçam juntos. A razão do fato está na diferença da posição que o espírito de cada um alcançou. O convívio dos dois só lhes será possível quando estiverem nivelados, como habitantes do Reino do Céu. Entretanto, aqueles que alcançarem certo grau de aperfeiçoamento,- terão licença de se encontrar, embora estejam em camadas espirituais inferiores. Mas o encontro durará apenas um instante, e a licença lhes será concedida pelas divindades que superintendem os níveis em que eles estão situados. Não haverá permissão para que, levados pela saudade, os cônjuges se abracem; à mínima intenção de teor mundano, seus corpos ficarão rijos e perderão o movimento. Isso demonstra como o apego é condenável. A posição do espírito vai se elevando de acordo com a redução do apego, mediante o aprimoramento no Mundo Espiritual. Sendo assim, o encontro de marido e mulher irá sendo facilitado conforme eles forem subindo de nível. Creio que, com o que acabamos de dizer, demos ao leitor uma clara noção da diferença entre o Mundo Material e o Mundo Espiritual. Outro aspecto negativo do apego refere-se às pessoas que se mostram insistentes quando convidam outras a participarem de sua crença, dando a impressão de serem muito dedicadas. Isso não dá bom resultado. Impingir a Fé é um sacrilégio aos olhos de Deus. Quem prega uma religião, só deve insistir se observar que o outro está interessado. Se a pessoa não demonstra interesse, é melhor desistir e esperar o tempo oportuno.

25 de janeiro de 1949                                                              

 

 




Total de visitas: 155189