Vinte e quatro horas novinhas em folha

Vinte e quatro horas novinhas em folha


 

Thich Nhat Hanh
 
Todas as manhãs, quando acordamos, temos vinte e quatro horas novinhas em folha para viver. Que dádiva preciosa! Temos a possibilidade de viver de uma forma que essas vinte e quatro horas tragam paz, alegria e felicidade a nós mesmos e aos outros.
A paz está presente aqui e agora em nós mesmos e em tudo o que fazemos e vemos. A questão e estar ou não em contato com ela. Não precisamos fazer uma longa viagem para admirar o azul do céu. Não precisamos sair da cidade ou sequer da nossa vizinhança para apreciar os olhos de uma linda criança. Até mesmo o ar que respiramos pode ser uma fonte de alegria.Podemos sorrir, respirar, caminhar e fazer nossas refeições de uma forma tal que nos permita entrar em contato com toda a felicidade que existe a nosso dispor. Somos muito bons na preparação para a vida, mas não o somos na vida em si. Sabemos sacrificar dez anos em troca de um diploma e nos dispomos a trabalhar duramente para obter um emprego, um carro, uma casa e assim por diante. Temos, porém, dificuldade para nos lembrarmos de que estamos vivos no presente momento, o único momento que existe para estarmos vivos. Cada respiração, cada passo pode estar repleto de paz, alegria e serenidade. E necessário apenas que estejamos despertos, vivos no momento presente.
Este pequeno livro se propõe a ser como o toque de um sino para despertar a consciência, um lembrete de que a felicidade só é possível no momento presente. E claro que planejar o futuro faz parte da vida, mas mesmo o planejamento só pode acontecer no momento presente. Este livro é um convite para uma volta ao momento presente e para a descoberta da paz e da alegria. Nele apresento algumas das minhas experiências e uma série de técnicas que podem ser úteis. Mas, por favor, não esperem o final do livro para encontrar a paz. A paz e a felicidade estão em cada momento. A paz é cada passo. Caminharemos de mãos dadas. Bon voyage.

 




Total de visitas: 155139